Música + Informação

Bullet Bane – CD New World Broadcast (2011)

Punknet | 04/12/2011 | Comentários desativados em Bullet Bane – CD New World Broadcast (2011) | Nacional, Resenhas

Pelo jeito muita gente vai precisar alterar a lista de melhores do ano e sofrerá para decidir qual “melhor CD” e “banda revelação”, pois Bullet Bane (ex-Take Off The Halter) também é forte concorrente nas duas categorias.

A banda paulista de hardcore melódico acaba de lançar o CD de estreia “New World Broadcast”, produzido por Philipe Fargnoli (Dead Fish). São onze músicas com letras em inglês que falam sobre ignorância, armas nucleares, consumo, política, guerra e manipulação. É nítida a preocupação da Bullet Bane em investir na carreira também fora do país, tanto que – além das músicas em inglês – até os vídeos sobre a produção do novo disco foram legendados para os gringos compreenderem.

Em “New World Broadcast” tudo começa com a veloz e pesada “The Train”, com ênfase nas guitarras de Dan e Fernando. Já a bateria do novo integrante, Meno, reina em “Fission and fusion”, garantido pancadaria digna de rodas em shows.

“Nutricide” mantém o vigor do álbum, com o apoio do baixista Rafael. “Dance Of Electronic Images” é daquelas pra sair de skate ou bike ouvindo ‘no talo’ – os solos de guitarra são sensacionais. Os vocais de Victor variam entre gritos e melódico em praticamente todas as músicas, numa interpretação de tirar o chapéu.

“Cyberwar III” fala sobre o poder da internet, baseado na acusação contra o Wikileaks ao liberar relatórios trocados entre embaixadores e líderes mundiais, contendo informações de guerra e afins, que poderiam prejudicar e sujar a imagem do governo, tais como genocídio, tráfico de drogas, entre outros assuntos.

Um susto em “Retreated”! A canção começa cadenciada, enganando o ouvinte que pode pensar “cadê a porrada na ‘oreia’?”. Mas depois dos vinte segundos a sonzeira volta a ser soberana. “Option To Repression” é a faixa que mais transborda pelos poros toda a influência de bandas da cena californiana de punk rock e hardcore melódico.

Perto do fim, na décima canção, a banda dá uma escorregada quebrando o ritmo frenético com a cadenciada “Rosebud”. E a última faixa, “New word broadcast”, que dá nome ao disco, volta com a potência contagiante. Talvez tivesse sido melhor “Rosebud” encerrar o álbum ou nem existir.

Mesmo sendo uma banda nova, criada em meados de 2009, Bullet Bane pelo jeito absorveu muito aprendizado com o pé na estrada em várias turnês pelo país, inclusive se encarregou competentemente pelas aberturas de shows gringos, entre eles: No Fun At All, NOFX, Millencolin, A Wilhelm Scream. E uma recente turnê brasileira ao lado da canadense MUTE.

Comparando com o EP de estreia “We Took Off” (2009), esse novo trabalho comprova a evolução musical alcançada pelo quinteto. Inclusive ganhou mais peso e maturidade, além de profissionalismo.

Banda: Bullet Bane

CD: New World Broadcast
Ano: 2011
Selo: Trama Virtual

Faixas:

01-“The Train”
02-“Fission And Fusion”
03-“Nutricide”
04-“Dance Of Electronic Images”
05-“Cyberwar III”
06-“Angels H.A.A.R.P.”
07-“Retreated”
08-“Option To Repression”
09-“Mind Control”
10-“Rosebud”
11-“New World Broadcast”

@GiseleSantos_

Comments

comments