Música + Informação

End Of Pipe – EP Keep Running (2014)

Punknet | 17/03/2014 | Comentários desativados em End Of Pipe – EP Keep Running (2014) | EP

endofpipe keeprunningNa primeira audição desse EP, eu literalmente fiquei em transe, pois não escutava algo assim fazia um tempo. Diversos fatores chamam atenção, começando pela bela arte da capa. Esse quarteto de Florianópolis formado por Uirá Medeiros (vocal e guitarra), Pedro Marques (guitarra e voz), Rafael Borges (baixo) e Victor Berretta (bateria) mandou seis ( belíssimas) músicas, uma delas inclusive lançada no início do ano, a faixa “Fall”. Nela começa a ótima viagem sonora da banda, digo viagem, pois tive a impressão que entrei em uma máquina do tempo e voltei no meio dos anos 90, as referências sonoras da banda são velhas conhecidas do público, como Shades Apart, Samiam, Dag Nasty, Farside, Garage Fuzz e Hateen.

Outro grandioso destaque foi a produção e a captação dos instrumentos pelo mestre Philippe Fargnoli (ex-Dead Fish), e masterizado pelo Fernando Sanchez. Eles lapidaram com extremo bom gosto o som da banda. O som deles é algo muito peculiar, pois é nítido o trabalho de arranjos, composição e melodia.

Como disse, o EP começa com “Fall” e uma bela introdução, com guitarras bem presentes e as linhas vocais super marcantes, a música vai crescendo até que chega no seu refrão, esse que em duas audições ficará grudado na sua cabeça, sem dúvida nenhuma.

Logo no ínicio da segunda música, eu tive uma impressão (bem positiva) de que as músicas se completam, pois mal termina uma, já entra outra dando a impressão que elas tem uma continuidade. A próxima é “ Pollution”, com características bem marcantes também, um belo ponto, são as guitarras, fraseadas na introdução e com um belo timbre e uma bela base, os backings fazem sua parte, dando uma base bem agressiva à música, mas ela é uma canção super melódica.

Logos após “Pollution”, temos uma para quem é fã de Hateen (principalmente no início dos anos 2000). “Rain” obedece todas as características das músicas do Hateen, o vocais dão o tom dela, algo bem dosado de melódias e o feeling transborda ao longo dos seus quatro minutos e trinta e sete segundos, até o ápice da música, onde um dos caras mais criativos, expressivos, talentosos da cena brasileira pega o microfone emprestado e canta umas frases sozinho e junto com a banda, cara que dispensa apresentações, Rodrigo Koala.

“Jack” entra e a sensação é de estar em frente a uma praia, ou estar assistindo a um campeonato de Skate ou em uma bela estrada sumindo do mundo , uma música que mantém a vibe positiva do EP, com uns backings que deram um charme ao som. O som mais fora do comum, porém muito legal ficou com “Slow Trip”, uma música mais calma, mais introspectiva, sem contar que o refrão é um dos mais legais do play e “ Keep Running” fecha com o maior estilo. Uma música com uma bela introdução, guitarra super pesada, cozinha alinhada. Não tinha como fechar de forma melhor. Peso, melodia, arranjos excelentes, bons músicos isso não falta a banda.

Em um ano em que o underground do Brasil está cheio de lançamentos, os caras do End of Pipe, com certeza, vão figurar ao lado de muita banda. Esse EP é uma audição obrigatória a todos os fãs de uma boa música, ouvintes críticos não se decepcionaram em nenhum momento. Como eu disse, uma bela viagem ao meio dos anos 90.

Banda: End Of Pipe

EP: Keep Running

Ano: 2014

Selo: Undermusic

1. Fall

2. Polution

3. Rain (feat Koala)

4. Slow Trip

5. Jack

6. Keep Running

Por: Roberto Gasparro – @rrgasparro

Comments

comments