Música + Informação

Punk Rock não é só pro seu namorado #19 – Por: Priscilla Silva

Punknet | 03/07/2017 | Comentários desativados em Punk Rock não é só pro seu namorado #19 – Por: Priscilla Silva | Colunas

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Tudo muito bem aqui. Eu andei notando nas postagens da coluna que tinha trazido muitas bandas pesadas (Powerviolence, fastcore, metal core, crust punk, etc). Isso é ruim? Claro que não! Acontece que sempre que a gente fala em punk, em rock, por mais variados estilos e subgêneros vamos associar mais facilmente a música enquanto sonoridade. Logo em seguida nos identificamos com a postura de banda e letras. Quando se trata de bandas riot grrrl muitas delas estão inseridas no rock e no punk, mas também no pop, no indie e no eletrônico. Basta sacar as letras para  gente ver o teor de protesto e a resistência num ideal. Isso se deve muito ao Bikini Kill, Le Tigre e a própria Kathleen Hanna (dentre outras bandas e pessoas igualmente importantes) que trouxe o feminismo e agressividade em músicas dançantes e isso necessariamente não é punk. Então hoje eu decidi trazer uma banda Riot Girrrl.

 

IMG_2806

 

 

Chastity Belt é uma banda de Walla Walla, em Washington, nos EUA (agora oficialmente de Seattle). Composta por Julia Shapiro, Lydia Lund, Annie Truscott e Gretchen Grimm, a banda foi formada em 2010 e aconteceu enquanto ainda estavam na escola. Sempre foi importante colocar em pauta, nas letras, assuntos do cotidiano em que elas pudessem refutar como estereótipos femininos impostos a nós mulheres, normas de gênero, relacionamentos falidos, dentre outros assuntos.

 
A banda lançou seu álbum de estreia, chamado No Regerts, em 2013, pela Help Yourself Records. Em 2015, lançou o Time to go home, pela Hardly Art Records. Esse mês elas lançaram o I used to spend so much time alone,  13 sons que foram gravados em Portland. No bandcamp é possível ouvir “No Regerts” completo, e algumas músicas dos álbuns seguintes. Segue o link: https://chastity-belt.bandcamp.com/

 
Chastity Belt é uma banda que volta e meia é mencionada como banda influente no cenário punk/riot grrrl de Seattle e já mencionada por sites como o Vice, Seattle Times, Bust, ao lado de bandas como Tacocat, La Luz, Childbirth, Pony Time, entre outras. Com certeza vale a pena escutar.
Segue aqui o clipe da música “Time to go home”:

 

 

 

 

 

Por: Priscilla S. – Fortaleza – Ce

 

Comments

comments