Música + Informação

Resumo | H2O + Terror (2010 07 31 – Curitiba)

Punknet | 01/08/2010 | Comentários desativados em Resumo | H2O + Terror (2010 07 31 – Curitiba) | Matérias

0

Como é bom acordar de manhã, antes daquele tradicional almoço de domingo e lembrar de um show tão memorável quanto o que aconteceu ontem a noite no John Bull Music Hall, em Curitiba, com as bandas H2O e Terror. Melhor ainda é começar a escrever um resumo sobre o evento após ler duas atualizações no Twitter, uma do vocalista da banda H2O, Toby Morse, e da banda Terror

As duas bandas deram uma aula de hardcore durante as músicas e as mensagens que cada vocalista deixava para o público no intervalo entre uma canção e outra. Não se faz necessário detalhar como foi a execução de cada música porque cada pessoa se identifica mais com uma banda ou outra, um acorde ou solo, mas o sentimento que fica é que a vida vale muito mais a pena nesses curtos e raros momentos em que você está cantando as letras das músicas que te fazem bem e se sentir realmente vivo, junto dos seus amigos e pessoas que parecem ser tão diferentes de você mas ao mesmo tempo são tão iguais.

Nuestra Guerrilla: A banda de Araucária, cidade da região metropolitana de Curitiba, subiu ao palco pouco depois das 18:00 para tocar suas músicas de maneira pesada no maior estilo novaiorquino e mostrar que mereceram o voto que a agência Liberation Music Company deu para o vocalista Bruno e seus amigos e membros do grupo. A casa de shows ainda não estava cheia, mas quando o público menos esperava, a banda mandou uma versão cover da música ‘For My Family’, da banda Agnostic Front. Uma música recente com uma letra sobre amizade e irmandade só poderia animar os presentes para cantar juntos e dancarem no primeiro circle pit efetivo do dia. One True Reason: A banda paulistana que já está na estrada a um bom tempo se apresentou minutos depois que a anterior deixou os palcos e também mostrou toda a sua raiva através de acordes pesados. Vários grupos da capital e do ABC, além de cidades do interior do estado de São Paulo vieram só para apoiar a banda e dançar na sequências de circle pits que rapidamente se formaram.

Terror: A primeira banda principal subiria no palco por volta das 20:00 com uma breve introdução instrumental seguida da aprição de seu vocalista, Scott Vogel, cantando a primeira música no mesmo momento em que os primeiros fãs da banda subiam no palco para os primeiros stage divings. A banda, ainda que originária da Califórnia, tocou sem diminuir o ritmo todas as suas músicas, antigas e mais recentes, no maior estilo bruto e pesado de Nova Iorque das bandas que a serviram como influência e nas quais Scott tocou na metade dos anos 90. Nas pausas ele deixou várias mensagens, das quais vale destace a seguinte: "Eu não me importo se você bebe ou é straight edge, se você tem o cabelo curto ou comprido, se a cor da sua pele é clara ou escura, estamos aqui para cantar a mesma música e vivenciar o mesmo espírito". A reação do público foi instantânea. Todos aprovaram e o que ele disse foi realmente possível de se notar. Para os que conhecem a cena curitibana, foi muito bom ver vários membros dos diferentes grupos que existem: fãs convencionais das duas bandas, skinheads, straight edges, queers, torcedores de futebol de vários e vegetarianos cantando a mesma música sem nenhum início ou suspeita de confusão e violência. Os momentos mais marcantes da apresentação foi quando a banda tocou a música ‘Always The Hard Way’ e a cada pedido que Scott fazia para que o público formasse circle pits cada vez maiores e mais rápidos, stage divings mais frequentes, além da liberdade que o vocalista da banda deu para que qualquer um cantasse os refrões das bandas.

Tudo isso serviu para provar que o gênero musical hardcore está acima do que você conclui ao bater o olho em seu semelhante e que todos nós somos seres humanos, cantamos e dançamos pela liberdade em raros momentos de frenesi como esses. H2O:

A banda mais aguardada por diversas gerações de fãs trouxe caravanas em peso de toda a região Sul do país, uma galera do estado de São Paulo e até mesmo fãs da região Nordeste, além é claro da maioria curitibana já citada nesse resumo. A banda tocou um setlist diverso com músicas desde o primeiro álbum de estúdio da banda, H2O, até o mais recente trabalho Nothing To Prove, cujas músicas 1995, Nothing To Prove, Sunday e What Happened foram tocadas em cantadas em coro pelo público. As clássicas 5 Yr. Plan e One Life, One Chance foram muito bem executada e platéia supriu o baixo volume do microfone cantando não apenas seus respectivos refrões, mas todas os versos, desde a primeira até a última palavra. Um dos momentos mais inesperados da apresentação foi quando Toby Morse anunciou que a banda tocaria uma versão cover da banda Minor Threat. Na verdade ele se referiu a Ian Mackaye e banda mandou a música Waiting Room, uma das mais espirituais e ouvidas da banda Fugazi.

Após a pausa, o grupo tocaria ainda uma música da banda Cro-Mags, da qual Toby admitiu ser muito fã. Todos os presentes sentiram que aquele momento catártico estava acabando e por isso deram o máximo de si, cantando as últimas músicas, e, convidados por Toby, subiram no palco para cantar a última música em coro.Aquela cena nunca será esquecida.

Em menos de um minuto, todos os que conseguiram um espaço subiram no palco para ficar mais próximos da banda, cujos membros não podiam ser reconhecidos no meio daquele aglomerado. Toby aparecia no fundo, em cima de um enorme amplificador cantando os últimos versos de ‘What Happened’ enquanto os que subiram no palco quase formaram um segundo andar humano. Essas palavras apenas resumem e servirão de consulta para daqui a muitos anos, quando nossa memóri não for tão eficiente mas quando nosso coração sentir saudade desse momento. Fica a mensagem do próprio, e um dos vocalistas mais carismáticos e emblemáticos do gênero musical, Toby Morse, que após os dizeres "passion before fashion" arremessou seu tênis deixando claro que você deve se dedicar antes de mais nada as coisas que acredita e ama e fazem a diferença na sua vida.

Meteoro – thiagoltbg64@hotmail.com

Comments

comments