Música + Informação

Violator na Clash Club

Punknet | 25/01/2017 | Comentários desativados em Violator na Clash Club | Matérias, Uncategorized
Foto: Juliana Marotta

Foto: Juliana Marotta

Violator e Cemitério na Clash Club: Who stop the RAINderground?

2017 começou da melhor maneira possível para quem compareceu a mais uma festa underground, com as bandas D.E.R., Damn Youth, Armadilha, Cemitério e Violator, organizada pelos parceiros Cospe Fogo Gravações e Kool Metal Fest. Como eu cheguei atrasada, devido ao trabalho e a chuva, vou redigir apenas duas resenhas das bandas que eu pude presenciar – Violator e Cemitério.

Confesso que é muito difícil escrever sobre uma das minhas bandas do coração, eu estava muito ansiosa ara esse show, mesmo já tendo visto os brasilienses do Violator na última vez em que eles deram as caras em SP e arregaçaram em 2015, também na Clash Club. E dessa vez não foi diferente.Suspeita ou não para falar sobre a maior banda de thrash metal nacional, o que eu vi nesse sábado chuvoso foi um mundo de gente se divertindo, dando stage dive , cantando, bebendo, pulando, fazendo um circle pit lindo (faltou o Poney ensinar a “bater o pentagrama”), e deixando a casa pequena para tamanha euforia.

Setlist muito bem colocado, por sinal. As pausas que a banda faz em todo show para se posicionar mediante às situações em que o país se encontra atualmente, nos fazem pensar: todo mundo ouve metal hoje em dia, mas quem entende o que ele realmente diz? Quem lê as letras das bandas que ouve e compreende o que os integrantes querem passar? Banda não é só riff, solos e afins. É postura e engajamento no que acredita. O clímax do show foi quando eu me vi no meio da casa inteira entoando numa só voz um sonoro “vai tomar no cu, Bolsonaro”, eu me senti ainda mais feliz, percebi que haviam ali mais pessoas que não compactuam com o fascismo enrustido desse boçal e sua corja.

*Set list: Death Descends Upon This World, Atomic Nightmare, Endless Tyrannies, False Messiah, Toxic Death, Echoes Of Silence, Respect Existence Or Expect Resistance, Infernal Rise, After Nuclear Devastation, Futurephobia, Ordered  To Thrash, UxFxTx, Destined To Die.*

Cemitério

IMG_2116

Foto: Juliana Marotta

Eu nunca tinha visto e ouvido a banda Cemitério ao vivo, achava muito boa mas nunca tinha tido a oportunidade de ver show. Me surpreendi positivamente com a apresentação, já que não ouço muito death metal e conseqüentemente não tenho conhecimento do gênero.

Todos os presentes cantaram junto as letras em português com temática baseada em filmes de terror, os integrantes interagiram com a galera e a mesma com eles, houve até stage dive (o que não é muito comum em shows de death).

Lançando o novo ep intitulado Oãxiac Odèz, pela Kill Again Records, que faz uma homenagem ao grande cineasta, ator e roteirista de cinema e televisão, José Mojica Marins, o Zé do Caixão, a banda cativou os fãs e os que não eram tão fãs assim, que com certeza não pensarão duas vezes em revê-los. Foi uma noite para não esquecer, para pagar pra entrar e rezar pra sair!

Quem quiser acompanhar o trabalho das bandas:
https://www.facebook.com/cemiteriodeathmetalbrasil/
https://www.facebook.com/Violatorthrash/?fref=ts

 

Texto: Daniele Nunes

Foto: Juliana Marotta

Comments

comments